Desde pequena que a Carminho gostava de abrir aparelhos e montar coisas…

Desde pequena que a Carminho gostava de abrir aparelhos e montar coisas…

Desde pequena que a Carminho gostava de abrir aparelhos e montar coisas, mais tarde percebeu que ser engenheira poderia ser uma profissão que gostasse de vir a ter. Quando chegou ao 9º ano, teve maior contato com disciplinas e temas diversos, e começou a preparar-se para tomar a decisão sobre a área de ensino secundário que queria seguir. Foi quando percebeu que ainda não sabia bem quais os conhecimentos e competências que ela precisava desenvolver para seguir Engenharia, principalmente quando descobriu que existem diferentes tipos, como Aeronáutica, Química, Informática, Biomédica, Civil, Mecânica, Física, entre outros – apesar de ser uma decisão que só teria de tomar mais tarde.

Encorajada pelos pais, a Carminho decidiu fazer uma orientação vocacional para descobrir mais sobre si, bem como, para estar mais informada das opções de secundário e das diferenças profissionais do ramo da Engenharia. Além disso, decidiu investir em passatempos e workshops para desenvolver mais as aptidões que já tinha e adquirir novos conhecimentos essenciais para o seu projeto vocacional.