Não entrei no curso que queria e agora?
Não entrei no curso que queria e agora?

Não entrei no curso que queria e agora?

  • Post category:Blog

Candidataste à 1ª fase no ensino superior, no entanto não conseguiste entrar no curso que querias? Não desanimes, vamos agora falar de algumas opções que te podem ajudar a alcançares o que mais desejas:

Opção a) Caso tenhas entrado noutro curso, podes matricular-te na mesma e depois verificares a possibilidade de equivalências a algumas cadeiras/disciplinas para posteriormente transferires-te para o curso que pretendes.

Opção b) Inscreveres-te na 2ª fase de exames nacionais para melhorar a tua nota e depois voltares a recandidatar-te. Mas atenção, nesta fase o número de vagas é menor.

Opção c) Concorrer a uma Universidade Privada, geralmente as médias de acesso são mais acessíveis, no entanto estas têm custos acrescidos.

Opção d) Se achas que necessitas de fazer melhorias a algumas disciplinas, podes fazê-lo e paralelamente ao estudo para os exames no ano seguinte, podes também aproveitar para desenvolveres certas competências que consideres importantes (ex. realizar um curso de línguas).

Estas são as opções que a maioria dos jovens recorrem, no entanto há mais.

Opção e) Fazeres uma inscrição no Ano Zero na faculdade que pretendes ingressar, ou realizares um curso CET (dentro da tua área de interesse profissional).

Opção f) O Ano Sabático, este tem vindo a ter cada vez mais adeptos e basicamente consiste em tirares um ano para te inscreveres num programa (por exemplo, Gap Year) que te permite viajar, sair da tua zona de conforto e explorar várias áreas. Podes trabalhar, estagiar, fazer voluntariado, ensinar inglês, etc. Esta experiência é valorizada pelas empresas, e é uma ótima opção para quem prefere recandidatar-se para o próximo ano letivo e ainda assim contribuir para o seu currículo e crescimento pessoal.

Como podes ver opções não te faltam, reflete sobre cada uma delas e escolhe aquela que se enquadra melhor em ti.

Caso necessites de uma ajuda extra, podes sempre falar com a equipa Bioplus.